CONSTRUINDO ESTÁDIOS E DEMOLINDO O RESTO.


TODOS OS NOSSOS BLOGUES ESTA SEMANA ESTARÃO REPRODUZINDO O MESMO TEXTO DE INDIGNAÇÃO E DENÚNCIA CONTRA ESTA ROUBALHEIRA ORGANIZADA , NA QUAL SE TRANSFORMOU O FUTEBOL.

ISSO NÃO TEM GRAÇA NENHUMA ,MAS SERMOS ASSALTADOS, TAMBÉM NÃO.

CHEGA!



Sei não, mas acho que ando ranzinza demais para o gosto destes protagonistas do grande circo das maracutaias humanas, nas quais o errado sempre agora, é o que está certo.
Gastar mais de um bilhão de reais para reconstruir um estádio de futebol, como fizeram com o Maracanã é muito para minha pouca paciência.
Quer saber de uma coisa? Copa das Confederações, Copa do mundo ou copa do  cassete a quatro, nada justifica que construamos estádios milionários com obras hiper-super faturadas enquanto que, nos corredores dos hospitais , seres humanos regurgitam seus últimos soluços de vida e entregues à própria sorte naquelas macas imundas da incompetência administrativa médico-hospitalar.
Uma vergonha, mesmo!
Somado a isso temos as escolas em péssimo estado de conservação, professores muito mal pagos,alunos assustados pela possibilidade da próxima invasão da bandidagem, naquele território que deveria ser um altar sagrado da educação.
Se fosse só aquele mais de um bilhão do Maracanã, estaria ruim, mas, é muito pior, se constatarmos que no Amazonas, São Paulo e no raio que os parta, tantos outros estão sendo construídos e alimentando a ferocidade corrupta de meia dúzia de moleques que, fazem da vida pública, uma prostituição dos seus próprios valores como seres humanos.
E ainda, temos que ficar levando bronca de outros tantos pseudos gerentes da Fifa,entidade esta que, antigamente cuidava de Copas do Mundo de futebol e agora,transformou-se na maior empreiteira internacional de construção de estádios.
Que beleza! 
Para que se tenha uma ideia deste descalabro e orgia financeira em curso, o bairro de Itaquera em São Paulo é um dos mais pobres daquele estado e exatamente lá, para sacanear de vez o povo, ergue-se um estádio multimilionário e seus atores principais nesta comédia pífia da pilantragem destas edificações fáceis,ali se locupletam.
E dão gargalhadas na cara do aposentado,do trabalhador que perde quatro a cinco  horas, com a sua digníssima bunda atolada no banco de um ônibus sujo,colocado em cima de uma carroceria de caminhão que,faz mais barulho do que trovoada de chuvas de verão e lá dentro, somos todos gados indo para o abate,aos trancos e solavancos.
Ninguém vai para a cadeia, ninguém tem medo de nada, ninguém acredita que pode ser punido e sabem porque?
Ora, se tiver que botar na cadeia todos estes caras, teríamos que construir mais uns dez estádios destes para caber todo mundo.
Não, aí não! 
Então, para este ônibus pulguento e fedido, pois agora, quem quer soltar sou eu.

4 comentários:

Pedra do Sertão disse...

Pois é, enquanto isso o resto do país está se acabando...aqui no RN "a coisa" está bem feia: temos um dos piores índices em termos de educação, a saúde está falida e a segurança corre o risco de ir pelo mesmo caminho. Triste isso...e a gente passa e dá de cara com um elefante branco (caro e desnecessário), ao redor de ruas esburacadas, trânsito caótico e despreocupação dos políticos, que só querem encher o próprio bolso!

Abraço do Pedra

Paulo Tamburro. disse...

PEDRA DO SERTÃO,

é creia minha irmã brasileira, esta é uma revolta dos justos e todos aqueles que não admitem mais esta sujeirada:Chega!

Acrescentar o que, ao seu objetivo comentário?

Nada, apenas dizer que estamos todos juntos e misturados contra essa canalhada.

Um abração carioca.

VILMA PIVA disse...

Olá Paulo!
Perfeito, e concordo em genero, numero e grau!
É um artigo sincero, escrito com suor de quem tem consciência politica e de quem trabalha honestamente e que sabe o quanto nos falta em Saúde, Educação e Moradia contra essa corja hoje denominada a maior empreiteira do mundo na construção de estádios.
Sim, é uma vergonha!!!
Parabéns pelo texto pois ele representa o grito de muitos brasileiros!!
Beijos!

Paulo Tamburro. disse...

Pois é VILMA,

nós estamos subordinados a esta tutela financeira de construção de estádios e que representa uma verdadeira sangria nos cofres da nação para sediarmos uma Copa disso e daquilo.

E se não fizermos, seremos tratados de macacos subdesenvolvidos e se fizermos, à boca pequena, nos chamarão de IDIOTAS!

Um abração carioca.