EDIÇÃO MISCELÂNEA. DE TUDO UM POUCO. VEM NESSA!

HOMENS MUITO TÍMIDOS, COSTUMAM PEDIR OU DIZER AS COISAS PARA AS SUAS COMPANHEIRAS ATRAVÉS DE OBJETOS.

-QUANDO ELE ESTÁ QUERENDO FURUNFÁ LEVA UM BOM VINHO PARA CASA.

 -E QUANDO QUER MAIS VARIAÇÕES SOBRE O MESMO TEMA?




- E QUANDO OUVIU ALGUM COMENTÁRIO DESAGRADÁVEL SOBRE SUA QUERIDINHA?


MAS, COMO QUEM COM FERRO FERE, COM FERRO SERÁ FERIDO, NUM ALMOÇO DE DOMINGO ELA PODERÁ SERVIR PARA ELE, UM DELICIOSO:



FOTOFALADA,INICIA AQUI TAMBÉM, UMA SÉRIE DE PALAVRÓRIOS DE ALTO NÍVEL PARA VOCÊ PODER EXPRESSAR-SE, SEM PRECISAR USAR AQUELES PALAVRÕES CHULOS E INDESEJÁVEIS.

TIPO:

SE VOCÊ ESTÁ ENTEDIADO DE TANTO PAPO FURADO,PODE MANDAR ESSA!

Prosopopeia flácida para acalentar bovinos.

disse:

Conversa mole pra boi dormir. 


OU ENTÃO QUERER LEMBRAR PARA ALGUMAS AMIGAS,VERDADES INCONTESTÁVEIS,DIGA:

O orifício circular corrugado, localizado na parte ínfero-lombar da região glútea de um indivíduo em alto grau etílico, deixa de estar em consonância com os ditames referentes ao direito individual de propriedade. 

VOCÊ EDUCADAMENTE FALOU:

.. de bêbado não tem dono!



FOU QUEREM QUE EU MINTA?

4 comentários:

semdisfarce disse...

kkkkkkkkkkkkkkk...
Como me divirto com seus posts!
Rindo litros kkkkk...
Obrigada por esse prazer indispensável à vida, Paulo!
Bjs... MP.

PAULO TAMBURRO. disse...

MERI PELLENS,

que coisa mais linda ficou o seu blog,mesmo!!!

O conteúdo das suas postagens serem foram incontestáveis e agora de roupa nova...sensacional.

Guarde destes litros todos de sorrisos,muitos para quem você guarda no seu coração!

Um abração carioca.

RENATA MARIA PARREIRA CORDEIRO disse...

Não, não quero que vc minta, não, pois é muito engraçado falando verdades através de fotos e palavras. Meu querido, vinha aqui ontem, mas saí e quando voltei fui logo para a cama.
Recebi um presentinho, que te ofereço, se quiser. Está no seguinte blog:
http://blogrenatapoesia.blogspot.com. Fique à vontade para não o querer.
Um beijo,
Renata

PAULO TAMBURRO. disse...

Olá RENATA,

fui correndo, aceitar!

Não jogo diamantes fora.

Um abração carioca.